LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Nostalgia

As noites aproximam-se… de vagar,
As horas perdem sua eminência
Fica um alusivo de sonolência
São os astros, mímicas daquele olhar.

No calão da noite, tardo a deitar,
O sono não me acontece.
No entanto, trago o tal altar
Fico até altas horas… adormeço.

Embriago-me de insônia,
Impregno-me de lembranças.
Cadê a pergunta sobre o dia?
Sobre o tropel das crianças.

As estações têm trazido aspereza;
Mesmo nas noites de poesia.
— Maria me pega na tristeza…
(as estrelas vem estar na nostalgia.)

  [J.Vitor]