LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 9 de julho de 2012

A partida de Madalena



Quando Madalena partiu, logo pensei:
Terá levado tudo; o anel no dedo
O cartão bancário. Pois o restante… o juiz deu a ela:
A guarda dos filhos, as relíquias da casa.

Logo percebi; levara tudo! — “Fiquei…”
O peito quebrou, o sorriso partiu,
A garganta engoliu a fala,
os dentes morderam a felicidade
as lagrimas exuberaram os olhos…

A partida de Madalena causa insônia
Rasga o bem estar, dita o mal estar.
Defere o amor, cria a dor…
Faz-me focar os agrados guardados!

Só ao menos fiquei, sinto-me perdido entre pedidos,
Entre interrogativas sem respostas.
Sento a mesa entre cadeiras vazias
Sinto o incompleto daquele espaço na toalha…

Cadê o sono enamorado de proceridade?
Das madrugadas de contemplações?
Nisto, a lua, conflui-se na saudade.

As estrelas vêm, para o retrato de menina
Vêm a Orbe, rumorosa… oferece:
Revoares de ventania, se faz na cortina
Pelo qual… o quarto não nos esquece!

de José Vitor