LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Fichas

J.VLemes

Deixo aberto nesta casa de facebook meus pensamentos; alguns deles se transformam em poemas.
Carrego comigo experiência de 6 décadas, sei que é pouco; é como dar uma nota inteira e receber picados de trocos. O que mais me vale são as experiências que ganho, porque sãos delas que preencho as ações dos dias. Receber não tem limites, já o que posso dar é tão escasso que sinto a dor da miséria. Mora em mim um senhor que aprendeu realizar econômicos sonhos.
Acompanhando sua vida, sei das suas lágrimas, porque os risos são números que pingam sem promessas de gargalhadas.
Quando abro o fichário, assombra-me saber que são pedaços sem graça. Que na anistia por um figurino garboso, tem o menino de olhos miúdos, pés encardidos de terra roxa. Que outra graça terá um moço pândego à primeira vista, se no deparar surge um caricato amedrontado?

­Por Deus!!! Fechem as fichas, grita o incomodo das veladas mortes, mas antes, ainda de verbetes na mão, leio um reproche da meia idade: Pois, Foi mais ou menos na época em que começou a despontar a figura do poeta. No demais, tudo é história perdida.