LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 22 de junho de 2013

Afivelados

[ J. Vitor]

Moro nas ruas das minhas verdades…
São tantas, que as palavras me atropelam,
o pensamento acoberta o meu ego, e
assim vou me desmatando como se fosse cera de uma vela
cuja  pavio queima… queima… e
após fumega como vívida alma.
Talvez atue nos meus versos, ínfimo quarto.
Pequena mobília, um criado no canto, um retrato, um caderno de poesia, e

só! O resto são dois corações: O meu afivelado ao de Maria!