LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 23 de abril de 2013

Contra posto - experiência

[ J. Vitor ]

  Sai, estou alheio,  
As minhas preces fugiram da boca,
Desceram para o joelho
Vejo-me no espelho,
não é o eu inteiro,
partes se dividem daquilo que penso
pedaços antigos não existem mais,
venho sendo roubado,
levam de mim o rosto,
de contra posto,
deixam aqui dois olhos que o prazer tanto usou…
Da matéria que fica maior é o pó que o vento leva.
O visível brincou se gastou de amar
Aqui estou! Um novo senhor.  Trocado.
Mesmo que sendo pelo invisível
Algo do tempo ele ganhou
A cada ano que passa
Melhor se faz o amor…