LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 10 de novembro de 2012

Noivado

(J.Vitor)

Prevejo a fonte anil
vestida de momento e silêncio
um pouco da casinha em que nasci
ou tanto dentro de um discurso
que dele saiu um pedido de casamento.


Se soubesse o aqui, redigiria amplo texto,
A saber: dois anéis, duas mãos e um só coração…!
Coração de multi sorriso, de um velejar preciso,
sobre um canoar de brisas… leres remos…
doces águas… rios e mares
dado a um leme de convidar a cumplicidade.
por toda espera que sonhei, e agora indago na voz de
pergunta, respondo e redarguo a mesma fala, e
depois, das coisas que sei, e dos hinos que tanto musiquei,
viverei esta sala — O hall  que escuta,
ouvirá os meus sonhos, e dos sonhos,
uma vida viverei…  outro pouco sonharei.

Chegou o dia, encerraram-se os minutos, curtos…
Englobou as minhas alegrias, convidou os meus amigos… todos…
Pensamentos… momentos novos… saímos a caminho…
Arranjos em capitéis.
Iniciação de uma jornada onde o homem de óculos dizia:
Bla-bla bla… bla-bla…
Todos  sorriam, e a caneta histórica discorria, juntava, interpelava, autorizava:
— “promulgado estava o comprometimento:”
O ouro, um aro simbólico de amor selou a aliança!
Prestes estava um roteiro, a um perfeito cruzeiro, saímos sobre caminhos de rosas… tantas… fremiam nas luzes, revestiam o piso aos nossos pés;
fazia-se do coração um mar diferente… nunca visto! Onde o previsto dava o único nome: amor!
Aos poucos fomos dali, os instantes, sempre inebriantes em taças, borbulhava em champanhes, coquetéis, doces…  Magnífico bolo!!!
Tinha no tudo a mais bela formula e script a ser vista La do alto, lá do lindo anil do céu onde nos foi apresentado o futuro em seu supremo papel.
De lá assistimos os veleiros,  o pano do mar, os vales onde moram as orquídeas, as cores fincadas no horizonte, e depois do tudo: o início de projetos, os panos para bandeiras, os planos para as plataformas…