LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Poetar é



Poetar é como transmudar da caneta a tinta do algo
É transpassar para o papel o rebusco: dar um novo  busto.
Poetar é emprestar as tabuas da alma e subir nelas
ou descer delas como se fosse construir a base do caule.

Poetar é como pisar no andaime da sensibilidade e converter os espinhos
ou imaginar que os espinhos sejam degraus para externar beleza.


Poetar é como arquitetar o sonho, e ter ousadia de esculpir as sépalas…
esconder-se nas pétalas e fazer delas um leito,
Dormir, acordar, zunir, amar, amar e amar…
Esperar sem pressa até que outono despeça todas as folhas…

Poetar é como entrar na natureza da flor
e imaginar-se dentro dela,
e após assistir o hábito das abelhas
que sugam o mel e deixam o presente nas anteras…

de J.Vitot