LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Nostalgia


Sou lembranças
Sou aquele sorriso na praça
As piadas, as queixas,
O amor nas madrugadas.

O tempo deixa claro! Sou lembranças!
Sou Marcas ligeiras,
Alegria estrangeira,
“Parceira do silêncio”
Esposa vulnerável.

Sou lembranças numa beira de caminho.

Divorcie-me das coisas que fiz,
Dos amores que tive
dos consertos no telhado
da pele macia.

Tudo para viver o inevitável
Pus um ídolo no espelho
Pintei o seu chapéu,
E remodelei o seu velho!

Cá, no mesmo lugar, ouço o bumbo toar
Com ele os pandeiros e violas.
Só não entre eles, os personagens…

Cá estou no mesmo lugar,
observo! o Rip-Rop, o Pop, as músicas de nuança
e ainda uma Deusa no seu altar
porém, não mais: o amante ensandecido!

de J. Vitor