LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Não gosto de poesia


Não gosto de poesias:
Se gostasse saberia as luzidas
Leria ao menos uma pagina a cada ano
Um livro a cada vida.

Não gosto de poesias:
São coisas de livraria
Puros acervos de cabedal
Puros versos e mania.

Gosto duramente do chão
Dos meus sapatos pretos
Da plantação de feijão

Gosto dos ares
Do aeromodelo sem preliminares.
Certamente gosto dos rios
Da Oceania, das águas límpidas,
Das viagens em navios.

Não sou tolo de prender-me em versos
Não sou sábio para escrevê-los
Nem ao menos preciso sabê-los
Limito-me olhando o universo.

de J. Vitor