LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 11 de julho de 2015

Quando as andorinhas
Tão delas
Tão nossas e guardadas numa primavera onde a distância faz o caso, as horas já se alimentam com pressa, e  por estar naqueles presentes, não enxergava sua boca grande, seus dentes enormes; em suas folhinhas, recolhia-se os momentos, e eu, jovem que fui, fazia pouco importância com as estações, corria pelas campinas das cidades. Via pessoas velhas e de vê-las quase não as compreendiam, e, perto estava. Lucidava naqueles protótipos, seres que agora os entendo por estarmos lado a lado.