LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

sinopse,,,



J.Vlemes


Ah! Que as crianças fossem gritos
Gritos nos brinquedos que o tempo não quebra
Não quebra! Nem por pedradas,
Tão pouco, por estilhaços nos anos…

Rompe-se a bravata das  horas,
Enferrujam-se as latas
Mas o seu ponteiro arrasta na memória: O encantamento!
 E nestes momentos… o menino chora.

Chora…!  Demoradamente, chora…
Carpe o rosto que dorme no frio
Chacoalha o corpo para avivar risos
Ampara os olhos que estão quebrados.