LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 22 de fevereiro de 2014

E o amor acabou...

J.VLemes

Tu meramente mentiste para mim
Prometeu-me amor que não acabaria, fingia,
E fingindo os anos foram passando;
Quando um dia, com frieza deste nele fim.

Pasmado, coração oprimido — me pergunto:
Porque fugiu?
Acaso a nossa cama não era quente?
Não havia noites de ternura puramente? 

Por dizerem que o tempo cura e liberta,
Fui sobrevivendo…
Guardei a esperança casta de possibilidade.
Não pude simplesmente serrar a raiz da dor;
Esperei, esperei…
Mas você não voltou, e no lugar nada mais brotou.