LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 16 de novembro de 2013

Repenso


J. V. Lemes

Estou sozinho no meu armarinho de panos…
Só eu e o meu terno!
Meu velho terno príncipe de Gales tem sido meu companheiro.
Quando chego ao fim da tarde,
além da canseira e dos pés doidos,
meu pensamento geme, estou sozinho!
Atino um copo com gelo,
derramo whisky até ao nível do desespero.
Nem o telefone toca,
ainda que por engano.
No apartamento do lado!?
Não ouço o mínimo ruído,
no de cima!?
seus ocupantes devem ter saídos de férias, estou sozinho!
Sinto-me como se fosse um combatente numa trincheira, acuado,
sem posse de respiro,
sufocado,
sem ação,
sem ser dono de um menor gesto.
Até a minha companhia passa a ser incômoda.
Penso!
Se eu tivesse um pouco mais só,
um pouco mais sem coração,
um pouco mais sem as lembranças,
sem às vezes em que Maria agitava as louças,
ralhava com os netos,
perfumava a cozinha com cheiro de café…
Ahhh!!  Então repenso!!! 
Me ergo da poltrona e percebo que jamais estive sozinho.