LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 2 de julho de 2013

Amo as poesias!

[ J. Vitor ]

Amo as poesias!  
É dromedário que carrega as pedras,
Leva as solavas do meu castigo.
As borboletas hão de me prestar!
voarei em suas asas, abrirei o paraíso.
Bolinarei o casaco da Joaninha.
Em suas bolinhas rolarei a vida! 
Os pássaros ligeiros virão,
Planejarão orquestras  festas para o verão.
A cigarra!! A Mestra Cigarra!!! Emprestará
As poesias… irá melodiar os enredos.
Do restante, tudo será segredo,
Tudo passará a ser Maria e eu.
Quando comecei a namorar Maria,
Ela tinha treze anos, eu caminhava para os dezoito.
Beijar ainda era proibido,
então me distraia contando primaveras. 
Passaram-se assim cinco tempos, agora era ela que tinha 18 anos.  
Foi então que pela beleza do acontecimento,
Troquei com ela uma segunda conversa, tão logo,
Naquela mesma noite reafirmei o pedido de namoro.
Foram somente um ano de pequenos beijos,

Porque a sorte do nosso evento se deu exatamente 12 meses após. Casamos-nos, e assim aprendemos a demais delicadezas da vida.