LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Pensamento


[  J.Vitor ]

Que inquietude saber que pelo além passeia o pensamento! 
Antes, o além do pensamento tinha limite, ele era trancado dentro de um mundo desconhecido. Suas possibilidades de informações eram pelos pergaminhos,  depois evolutivamente pelos papéis, pelos livros e folhetins. Os livros tinham que vencer as náuseas dos oceanos, assim como os homens que iam de um lado para o outro da terra.
A voz para tomar distância, era no grito!
Que diferença! Hoje um pequeno sussurro vara o infinito.

Que inquietante! O processo do aforismo ainda que a sua base não mude, contudo ele é alternado pela época. “O que dizer de quando não tínhamos a informática!” — O comunicar-se era restrito. O pensamento do antes tinha que caminhar milhas para atravessar os países, e tudo começava assim: do cérebro para o papel; do papel para a carta; da carta para o correio; do correio para o nosso portão; do portão para o coração.

Hoje a mensagem do pensamento é ligeira. Da nossa tecla para o satélite, do satélite para o enviado de alguma pessoa; “pessoas” que entram na comitiva de amigos! Amigos que em iguais intervalos de instante se agigantam dentro de nós ampliando culturas diferentes, Amigos que aprendemos a amá-los sem ao menos sabermos a cor dos olhos!  
E assim o mundo vai ficando pequeno, ao quanto, os neurônios vão crescendo, crescendo, até que as pontes se ligam de um estado a outro.