LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 9 de fevereiro de 2013

[Machado de Assis]


Trecho de memórias póstumas de Brás Cubas
Apreciem:

“— Amas-me”?
— Oh! Suspirou ela, cingindo-me os braços ao pescoço.
Vigília amava-me com fúria; aquela resposta era a vontade patente.
com os braços ao meu pescoço, calada, respirando muito,
deixou-se ficar a olhar para mim, com os seus grandes e belos olhos,
que davam uma sensação singular de luz úmida;
eu deixei-me estar a vê-los, a namorar-lhe a boca,
fresca como a madrugada, e insaciável como a morte.
A beleza de Vigília tinha agora um tom grandioso,
que não possuíra antes de casar.
Era dessas figuras talhadas em pentélico,
de lavor nobre, rasgado e puro, tranquilamente bela,
como as estátuas, mas não apática nem fria.
Ao contrário, tinha o aspecto das naturezas cálidas,
e podia-se dizer, que, na realidade, resumia todo o amor.
Resumi-o, sobretudo naquela ocasião,
em que exprimia mudamente tudo quanto pode dizer a pupila humana.
Mas o tempo urgia; deslacei-lhe as mãos,
peguei-lhe nos pulsos, e, fito nela
perguntei-lhe se tinha coragem.
— De quê?
— De fugir.”