LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Ficar só


Ficar só…
(J.Vitor)

Ficar só, não se vai ao fato de estar com a casa repleta, não significa a pluralidade de quatro, cinco dos teus sentados contigo ao redor da mesa… Podemos estar com muitos parentes, amigos participando de uma festa… Ainda, mesmo assim, podemos nos sentir amargurado e incompleto.
Você quer ter uma ideia desta invalidez: Faça alguma coisa com as tuas mãos; que seja uma pintura, uma aquarela, uma poesia, uma dedicatória ou uma arte qualquer. Coloque este pequeno feito na parede, num papel almaço, ou abra um blog e comece a postar o teu trabalho.
De princípio você vai se sentir cheio, orgulhoso e radiante devido  o ego da vaidade que habita nos seres!
Ficar só, às vezes pode ser o fato de um desprezo, e muito mais força tem este desprezo, quando esperamos carinho e apoio de quem tanto amamos, e até abrimos particularidades como escrever um poema.
Ficar só, é ter que ser adulto quando no intimo, nunca deixamos de ser criança.
A mais valida assinatura numa arte é dada por aqueles de quem a obra recebeu a inspiração.
Ficar só, é sentir a dor da pena, é ser apenas uma pena solitária que assiste o escassear da tinta devido a ausência dos amigos…
Ficar só, é morrer por falta de amigos