LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

O agora


Padecido hoje, falecido amanhã
Por sorte sirva-me do agora,
Ponha na taça o “já” e outras bebidas quentes…
Derrame as vozes perspicazes e reverentes:
Juntadas de sussurros delinquentes.



Depois, se vier o falecimento
Dane os protocolos de esquecimento.

Se, Aninha ainda precisar;
Poderá usar o meu coração.
* A virgindade dele, perdeu-se na floreira
Certamente a rosa tem a cópia.

J.Vitor