LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 28 de julho de 2012

Folha do tempo

Aqui, o tempo, repete… incessante…
Em suas ruas, passa a tal criatura: caricatura de Zezinho.
? Se Zezinho não é feito de gotas
Deduz que seja qual a cachoeira que tormenta a pedra,
que faz fissura na rocha e se compete nos lagos.

Lá onde a idade se esconde, longe…
Há duas criaturas; a primeira: obra de menino,
Na segunda, o mesmo, (a memória).
Ambas se ajuntam para marear o mar.

No futuro, onde o tempo se depara…
Há de haver um reencontro… semântico.
Ido pela correnteza numa canoa de era.

O tempo, escondido, demostrara o velho bandido —
— o mesmo inocente menino:
Dentro de algum álbum perdido!


de J.Vitor