LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

A noite é um poema

ESCRIVANINHA
Assim como toda palavra propõe-se a ser poema, Quero que a vida seja montada no mesmo esquema. Silaba a silaba, haja amor em cada condição de atordoar emoções. 
Que as pétalas suspirem pelo desfile das borboletas, e que as mariposas vivam pelos luminares da casa. Seguindo assim quero do céu um azul em cada sorriso, uma estrela em cada olhar. Nos cantos do quarto quero encantos sinceros, cumplicidade de gestos, afetos abertos como discípulos da lua, seguidores que atuam no palco dos beija flores.  Mesmo nas noites  calmas, não morará evasivos na alma,  não existirá onda que não se quebre num tropel oceânico. Nos abraços despertará a febre da flor, nascerá brotos da pele, e de cada poro uma cor de botão, uma sugestão de batom. A janela dormira aberta, entrarão os lírios e se misturarão na coberta, O corrupio da coruja pintara o arrepio do desejo, suscitara a vadiagem da brisa, o vento percorrerá em pequenos vai e vem até que o beijo assine as pautas de viagens. 
de J.Vitor