LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 12 de novembro de 2011



Amo as falenas
Lindas sirenas
Borboletas apenas,
melenas, amenas
traduções de Helenas
versações de fêmeas
primores açucenas
médias, altas, pequenas,
castas, negras, loiras, morenas…
vestidas, desvestidas, introvertidas
obscenas queridas
Do sul, do norte, indígenas
Mulheres de Atenas
Todas… plenas, serenas
Todas… amadas, cortejadas
Contempladas, apreciadas…
Por quanto vivo; escravizo-me
Me improviso a qual sorriso,
nasço num abraço
planto-me em cantilena
desabrocho gozo.

sou de fato
pequena
plena falena
de liberdade apenas
assim sou:
sirena
uma flor açucena
uma certeza
de ser leve
livre
uma solércia
melena.
tenho nos lábios a inércia
no coração
a beleza
fêmea



de J.Vitor