LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 26 de março de 2011

Caminho da roça


Senta no meu olhar o aconchego de estar perto, e na verdade estou! Atravesso a sala, e lá vejo o ateliê
Tem dias que entro na fábrica; continuo serviços do dia anterior; outras vezes começo tudo do zero!  Mas é assim: faço um braço em cada construção, uma perna para cada mercado; o que mais me alegra é quando faço o coração, olho para ele, vejo-me transparente... pudera! Mora nele a  vida, se às vezes cansa descansa… o globo gira; não faltam por tanto dúzias de braços. Estes erguem o vermelho, sorri como se dissessem:  —  calma!  Este é o caminho da roça!, Esta é a vossa cidade. 
—— Foi nela que nasci. Não me vejo parar no Paraná; não saberia morar em outro estado. Pouco viajo, alias não gosto; tenho a sensação de estar perdido, “é a mesma causa que sente uma árvore revolvida”: de princípio choraria pelo velho boteco, pelo pão de Stilo, pelas casas que se mostram tão logo se escondem.

de J.Vitor