LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Acordou para amar

Dormia… de repente se viu numa relva
Trêmula de medo, corria risco, ser petisco de um bicho
De um macho cobiçoso sem escrúpulos
Ou que tivesse no olhar sedução
Nos lábios o poder de descobri-la. Dormia…

...entre delírios de mil refúgios
Seu desejo era o agora,
"recíproca necessidade da hora"
Sua pele um afogo dentre fogo


Seus mamilos, dois caroços cheios
A respiração tremia nas estranhas
E o coração escapava para vida!
Saia pelas ruas de lua cheia




Dormia… gemia o presentear do sonho!
queria acordar... refutava...
permanecia no libido de orgia...


de José Vitor