LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Uma planta

Estou certo que a vida é uma planta
seu germem é o espírito, a alma uma flor
um repente qualquer, de repente um broto
casualmente um arranjo,
providencialmente  um vaso
um acaso de coração
aonde vive o criador
constrói nele paredes
estica-se redes
dorme dorme  duas canduras para vegetar amor

Estou certo que é assim
A vida é esta criança
Vejo-a no jardim,
Usa a infância.

por instantes sai
brinca um pouco mais.
de onde estou olho para ela
Sei que já é moça.

Até onde ela irá?

Meus olhos começam a perdê-la longe
... No infinito…  
um ponto,
no mesmo repente volta
Trás consigo um mito,
Arrasta a memória Grita!
Já não sabe a quem olha!

Texto: J.Vitor