LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Vi uma Estrela


Vi uma estrela… inquieta...!

Desviei os olhos, pois,

Poderia ser a estrela de Manoel Bandeira

Ou, outra… d'outro poeta.



Contive-me num olhar singular 
Sentei a beira do além:

Chegou a noite, La estava no matizar

Distraída… sem ninguém.


Eu espiava pela esquina do cruzeiro sul.
De lá avistava o coibir infinito
O enfeite de seu vestir cintilando no azul.

Em mais nada pensei, 
pisei numa estrela abaixo e 
na escalada ficou para trás Manoel,
e outros.  Cada qual com seu sideral.

Por final cheguei aonde à vista me levava
Confessei o meu martírio

Falei dos delírios

“Ela me concedeu cada um!”

De J.Vitor