LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Noite de São João


Noite de São João
Conversávamos sobre nós, (de tudo pedacinhos)
Os momentos não se dividiam, estávamos próximo
Compartilhávamos dos demais encontros
Tínhamos para partilhar, promessas de carinhos,
Atos simples, sem importância,
Nossos olhos cheios de elegância,
Tínhamos o mundo para estar.
Domingo, noite de São João, dos apóstolos bentos.
“Lindo luar,”— nosso namoro sobre o céu.
A fogueira foi ateada, ouve-se o estalar de gravetos,
A chama se induzia de lumaréu
Imitou as cores das estrelas erguidas
Para cintilar a tua mão pequenina
“Ficamos vendo a noite Junina.”
O ar tinha gosto de batata doce,
Nas narinas o cheiro do quentão.

O fogo continuou a crepitar estampidos.
Havia vozerio no salão,
Eram meninos, moços e casais na trilha caipira.
Mês de junho, mês de balão,
Bandeirinhas com amarras em varas de taquara.
Estampidos… rojões se abriam com trovejar de muita farra.
Eu e você passeávamos de mão dada, e,
O dia da festa de São João passou a ser data sagrada.


José Vitor