LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 5 de março de 2015

Tímido

Conheci um menino, mudo.
Não que não falasse
O fato é que ele se calava diante de qualquer pessoa.
Se ia numa consulta médica, emudecia.

Sua mãe falava por ele, e ele ficava vermelho
De vermelho o coração deviria ficar roxo
Do rosto escorria pavor e água
Não eram lágrimas
Eram rios de acanhamentos.

Os amigos ao seu lado
Não compreendiam
Como podia! Menino já moço!
Acanhar-se diante de moças
Mas ele se acanhava por tudo.

Como familiaridade
Conselhos o dava
De nada adiantava.

O tempo não é tímido
Muito menos parado
E por ver o moço desesperado
Deu-lhe Maria que o compreendeu,
E o recebeu com seu dote fino.

A história é esta:
Ele casou-se
Teve vida, teve filhos
E Maria tanto o amou
Que engessou os seus lábios nos dele.
“Foram felizes para sempre!”


 J.VLemes