LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Indignação

Há certa ironia maquiavélica ao dizer  que a nossa política é feita do povo!!!  
De que povo estão falando!?
Por acaso são os mesmos seres que vem sendo massacrado aos primórdios do império! Serão os libertos da escravidão!!!??? Ou talvez sejam os que habitavam a terra nativa!!! (Os Índios) — Claro que não, né!
Será que alguém acredita que este povo que ocupa o plenário são filhos e produtos de comunidades? São filhos de pais analfabetos? “aqueles que moram no subúrbio das necessidades…!” Só acredita nisto a conveniência dos corruptos... 
Bem! Concluindo: Toda cria humana tem o seu pedestal de pecado, (é admissível) mas este pecado de fragilizar a população carente está nas mãos de uma  classe de povo que vem de privilégios por herdar uma parte maior da maçã gananciosa. (Somos nós, visto que estamos no patamar da classe média emergente.) 
Colocar esta culpa nas costas dos mendicantes, dos que vivem sem teto, dos que male male recebem bolsas de ajudas... É hilário, não é?
Enquanto tivermos esta classe baixa e os outros tantos desinformados, os nossos governantes e políticos  continuarão fazendo o que bem quiser!
A mídia manipula, faz a população acreditar que todo mal deste país, são devidos a erros de votação. Analisem! Quando as coisas dão erradas e descambam, logo vem à frase: o povo não sabe votar. 
Vejam! A culpa nunca é da urna podre! Jamais a culpa estará na constituinte que permite a trambicagem dos recursos, como esta piada do desembargo infringente?
Quando um ou outro fala em transparência, o plenário fica vazio, e quando votam os interesses nacionais — não são aprovados; lógico! O voto é fechado!!! (Agora está sendo aberto).
Quando chegam épocas eleitoreiras, as cidades fazem festa... E, eles ficam sorrindo esperando que o povo faça o dever de cidadão.

Conclusão! Depois os gatões se apossam do queijo e os ratos voltam acuados para o porão das mazelas.