LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Passeio longe


Passeio manhãs ausentes, volto, debruço-me no presente,

alegro-me do novo perfume: verde;

agrada-me os colibris fincados nas begônias…

Sem melancolia escapo para o ontem, faço adormecer insônias.

Alegra-me ver nos postes... seus luminares 
nas esquinas... orientações que levam saudades.
Deste passeio… longe…! velejarei noturno.

Tenho muitas visitas... levo meu homem dramaturgo,


tiro dele o relógio... escondo o calendário,

ausento o tempo... Volto ao mesmo relicário, 
retorno os LP's... destranco as melodias de Roberto Carlos
e na réstia do luar dou liberdade ao baú do alvorecer!

O que me dá deste serenar é o poder do antever,
é o deslise do caminhar onde só o segredo sabe o seu lugar.
...lá passam os borrões sem luzes, voltam antes do despertar...


de J.Vitor