LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 5 de junho de 2011

Estou construindo

Ola! Amigo… "do outro lado".
Andei vorazmente ocupado, sem tempo de sentar-me neste teclado; nem ao menos passei próximo para lhe ditar palavras, ou se passei, tenha certeza, trazia o pensamento preocupado dos afazeres e o corpo azoretado, arcado de cansado.
Imagino o outro lado... vazio... sem culpa... cria-se ansiedade... vivência folhas de coração branco, sofres, se pudesse, perguntarias incessante… assim: — Aonde anda aqueles dedos de pensamentos esvoaçados. A tanto, não o vejo!
Sílvia Antunes - foto
— Respondo-te agora:    
Não menos estive triste, acabrunhado de estar atarefado. Terminei alguns armários de encomenda, a maioria rodadinhos de bordas quadradas com fita de PVC, outros largados a pórticos de rodas. Todos: a graça do instante, tipo uma roupa fashion, copiadas Rio Centro.
Nos intervalos destes seis meses consegui arrastar uma casa para o terceiro andar. Pretendo daqui alguns meses estar sentado na cobertura do templo e não mais responder perguntas de ausência, e nem estar amargo, pois, me darei a esta volta.     
·        Sonho o céu, porém, seus andares são muitos, então morarei nesta laje até que as nuvens se abaixem, e então me possa o tapete de Aladim.
Amigos...! não me pense melancólico ou desistente. Desejo tudo que a felicidade tem, mas, não me vejo esquecendo o acaso, portanto, jogo na hipótese de terminar ou não o meu puxado, sentar ou não na cadeira aristocrata. Não quero dizer-te “tanto faz”, digo sim, saber o curso predisposto.   
Gosto de pensar: Estou aqui, este é meu terno, esta é a minha figura.
                 
de J. Vitor