LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 12 de janeiro de 2013

Viagem paga

[J.Vitor]

Naquela noite:
Nem ao menos fomos espiar pela varanda;
Rapidamente tocamos na taça de champanhe!
Tudo que fazíamos, era início, após, conseqüente vício.

Depois, inadiável! Caminhemos pela praia
Pelos quarteirões do Boqueirão: uma casquinha de siri,
Um produto de farmácia, um filé, um camarão, e, só.
… voltamos para sermos servidos no quarto.

Aquela noite!
Aquele cúbico de sonho!
A banheira… as pétalas de rosas, a espuma
Os nossos corpos libertos…
…Sorria à alma leviana…
Gargalhava à ansiedade incontrolável.

Depois amanheceu.
Na claridade jubilou setembro e
Fez-se uma placa para o dia nupcial
Com pausa para todas as noites
Aquela noite assim faz…
— Vou e volto. Penso estar aqui!
Então me chacoalham… demoradamente volto alheio.