LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Pérgulas

Acordei na madrugada. Ultrajado,
Desejei que a vida fosse feita de base perfeita.
Sem importar-me que fosse o globo de bolas… argolas.
Bom é que fosse.
Ou que fosse dos pedidos desta prece
Prece revista das coisas inculpe...
Inocentes, preenchidas de poemas,
Pois nos tais estão as belezas inerentes
Estão pensamentos que vêem permanente.
Cheios de efusivos de temas.

Quero base... Quero prece, vestir minhas questões,
Quero diluídas as pérgulas dos meus dilemas
Elas me angustiam, fazem aumentar as argolas das desilusões.
Quero uma base ampla de abstinência e sigmas.

de  José Vitor



Uma Base
Para meus desafetos.
Imaginei uma Base
Semelhante a uma Ânfora.
Que suporte minha dor,
que caiba meu peso,
e que dentro aja muitas flores.
Quero aprender-me de amor.
Quero uma porta aberta,
janela alusiva
que me faça amar sem acepção
para por a natureza obediente
na noite ululante
na Lua crescente.
“São 2 horas da madrugada.”

Autor: José Vitor